9 de out de 2016

A dor da perda

Escrevo isso em uma sala. Movimentada e cheia de pessoas. Quem me observa de longe, vê apenas uma garota normal fazendo anotações em um caderno cor-de-rosa, e eles nem imaginam que estou escrevendo para não cair em meio a lágrimas em público. A moça de vestido floral sentada ao meu lado me lança um sorriso de empatia, como quem diz "vai ficar tudo bem". Será mesmo que vai? Em menos de uma semana, meu coração já embarcou numa montanha russa com loops infinitos diversas vezes ao escutar seu nome.
Após uma série de vacilos seus, abro mão da minha felicidade e te deixo ir. Certa vez numa palestra do Pe. Fábio de Melo, escutei do mesmo, que deixar ir também é um ato de amor , e eu espero de todo coração que você entenda isso. Você sempre me disse que se sentia insuficiente para mim, que eu merecia mais, e eu discordei, até o último segundo, porque eu sei o que é melhor pra mim, e o melhor para mim era você. Mas você me provou o contrário, fez com que eu realmente desistisse de você e com que eu concordasse que eu merecia alguém melhor. Começou a agir diferente, se mostrar melhor sem mim, que outras pessoas e a bebida eram seus melhores momentos e eu não fazia a menor diferença nesses casos.
Você fez com que eu tomasse a decisão drástica de abrir mão desse amor. Eu não posso amar por dois. Não posso despejar minha completa felicidade em seus bracos na esperança de que você saiba o que fazer com ela. Eu não posso continuar vivendo a dois sozinha. Abrir mão de você é um ato de amor próprio, e de amor à você. E eu te amo tanto que prefiro ver você sendo feliz verdadeiramente longe de mim. Você me perdeu, você quis isso, e eu cansei.

18 de ago de 2016

Siga em frente

Ao longo da sua vida, você vai encontrar muito tipo de gente. Gente que vem e fica. Gente que vai e volta. Gente que nem para para perguntar se algo aconteceu. E gente que nem passa.
Ao longo da sua vida, você vai encontrar muito tipo de amigo. Amigo que está ali para todas as horas. Amigo que te ajuda nas horas ruins. Amigo que está ali nos momentos mais felizes. Amigo que é irmão. Amigo que é da família. Amigo que mesmo com  distância, continua a mesma coisa. Amigo que te trai.
Ao longo da sua vida, você vai encontrar vários tipos de amores. Amor com interesse. Amor com dúvida. Amor que surge do nada e fica com tudo. Amor que arrebata corações e depois passa. Amor que vem de mansinho e aquece o coração. Amor com reciprocidade.
Ao longo da sua vida, você vai ter muitas fases. Fase de bêbado, onde tudo se resolve com álcool. Fase rebelde, onde você só extravasa. Fase mansa, onde você encontra sua paz de espírito e permanece em paz. Fase confusa, onde tudo parece perdido e você não sabe por onde continuar. 

O final de cada coisinha em nossa vida, marca muito. Gente que não passa. Amigo que trai. Amor com reciprocidade. Fase confusa. Eu passei por todas elas.

Gente que não passa.
Gente que não tem interesse na sua vida. Algo inexistente. Não fez diferença alguma, não trouxe ensinamento, não acrescentou.

Amigo que trai.
Todos nós temos algum amigo que já tenha nos traído. Aquela amiga que fica com seu ex, sabe? Aquela que escuta todos os seus segredos e conta tudo pra quem quiser escutar. Aquela amiga que diz ser sua amiga, mas não é.

Amor com reciprocidade.
Eu acredito fielmente que isso só aconteça uma vez em nossa vida, com a famosa "metade da nossa laranja". E também desejo de todo meu coração, que eu esteja enganada, pois se eu não estiver: eu perdi o meu amor recíproco, e ficarei uma metade de laranja solitária no fim dos tempos. 

Fase confusa.
Aquela fase da vida onde nada tem solução. Tudo parece um breu, sem luz alguma para te ajudar a caminhar a frente. Aquela fase onde nem mesmo você se reconhece, e ai, você surta.

Eu passei por todas essas fases e sou a prova viva de que a vida continua. Gente que não se importa comigo e não me acrescentou coisa alguma: o que eu posso fazer? Sigo firme. Amigo traíra que eu costumava chamar de irmão: o que eu posso fazer? Sigo firme. Amor com reciprocidade, que por acaso, eu perdi para o mundo: o que eu posso fazer? Continuo seguindo firme. Aquela fase confusa onde tudo era problematização: o que eu posso fazer? Seguirei firme, sempre.
Nada é culpa minha cem por cento, e nada é mérito meu cem por cento. Fases, pessoas, amores e situações passarão em nossa vida e influenciarão os capítulos seguintes da mesma. Lute, siga em frente, não pare nunca. É muito rude, eu, uma sub escritora de romances dizer que não precisamos do afeto para sobreviver, mas é fato, para a nossa sobrevivência precisamos apenas de oxigênio. Quero dizer, que nada é tão ruim que não possa ter solução. Se tudo parece estar um emaranhado de caos, sente, respire e veja o que seu coração tem a dizer. Veja o que você mesma, tem a dizer sobre essa situação. Escute a voz que vem de dentro. Certa vez escutei que o que realmente importa, é o que pensamos sobre algo quando estamos sozinhos. Sem influências, sem opiniões alheias, apenas você e suas conclusões sobre o mundo.
Então siga em frente e procure felicidade em cada pedacinho do mundo. E se lembre que, nem tudo é culpa sua, tudo tem solução.


"Look at you. You’re young. And you’re scared. Why are you so scared? Stop being paralyzed. Stop swallowing your words. Stop caring what other people think. Wear what you want. Say what you want. Listen to the music you want to listen to. Play it loud as fuck and dance to it. Go out for a drive at midnight and forget that you have school the next day. Stop waiting for Friday. Live now. Do it now. Take risks. Tell secrets. This life is yours. When are you going to realize that you can do whatever you want?" - Tom Toledo (@bomdiapreguica)

9 de ago de 2016

É preciso acreditar

A música que toca ao fundo enquanto escrevo é XO - John Mayer.

Ela me lembra a importância de sonhar e acreditar que tudo vai ficar bem. Me lembra uma cena de filme, onde existe um casal e depois de tudo que aconteceu, tudo ficou bem no final e ficou bem porque eles acreditaram que seria assim. Faz um tempo que estou sozinha e lembranças de antigos amores ainda me perturbam, mas eu acredito que tudo ficará bem. Uma colega costumava me dizer que se alguém não te amou o suficiente, você deve se levantar e fazer isso por você mesma, se amar mais do que a outra pessoa, e quando for assim, você irá se amar tanto, que os outros amores ficarão em segundo plano.

A cada dia que passa, eu tento. Loto minha cabeça com novas atividades, procuro fazer novos amigos e me amar de uma forma que ninguém nunca conseguiu, a não ser Cristo. E se o Rei me amou por inteiro, porque eu não faria o mesmo? Eu não culpo os desastres da vida, pois eles me fizeram ser quem eu sou hoje e eu me orgulho disso. Eu não culpo os amores mal resolvidos, pois nada na vida é perfeito e mais ainda: me trouxeram aprendizado. 

É preciso acreditar que mesmo depois de uma tempestade, virá um lindo sol e tudo seguirá em frente. É preciso acreditar no amor que nos envolve e na esperança que carregamos no peito. É preciso acreditar em si mesmo e vê que tudo é possível, porque Deus não nos dá uma cruz que não possamos carregar. 

É preciso acreditar, até o fim, é preciso acreditar.

1 de ago de 2016

Feedback

"Andei lendo nossas mensagens antigas, aquelas que você me mandou um dia antes de ir embora. Um dia antes antes de beijar outra pessoa na minha frente e fingir que nós nunca tivemos nada. Não sei se eu deveria estar te mandando essa mensagem, mas cá estou eu. Fazem dois meses que isso aconteceu e a cada foto nossa que eu vejo, é um aperto diferente no peito. A cada história de festas em que você foi e pegou geral, me machuca.

Eu encontrei uma mensagem sua que dizia que você nunca ia desistir de nós, e fiquei com uma dúvida tremenda sobre o que eu devo guardar sobre a nossa história. Você mentiu em tudo, e eu não sei no que eu devo acreditar. Eu só sei que sinto saudade. Saudade e quando você vinha me visitar, me mandava mensagem perguntando se eu estava bem e até mesmo, saudade das nossas brigas, e muito mais de quando fazíamos as pazes. O fato é que mesmo com todas essas mentiras, e essa história inventada, eu gostei. Eu te amei de verdade e sinto saudades.

Eu nunca fiz questão de nada, e fiz questão de você. Nunca chorei por ninguém, e derramei rios por você. Nunca me apaixonei e cá estou, te escrevendo sobre esse sentimento louco. Mas não vale a pena, você nem vai se importar mesmo."

"Enviar mensagem?"

"Mensagem apagada."

21 de jul de 2016

Eu cansei

Vai, sai de mansinho. Sem fazer barulho e juntando suas coisas. Amanhã quando acordar já não quero mais ter lembranças suas. Eu cansei de tudo isso, principalmente desse joguinho de quem se importa mas na verdade nunca fez questão. A realidade é que você não se ama o suficiente e precisa de alguém no seu pé sempre dizendo o quão incrível você é, mas eu, meu caro amigo, me demito desse cargo. Eu não sou segunda opção de ninguém. Mas olhe pelo lado bom meu bem, deixo a porta aberta para que você coloque outra idiota ai, ao seu lado, nessa encenação.
Quando for embora, leve consigo as roupas, as músicas, os perfumes e as lembranças. Não deixe nada aqui. Parei de escutar minhas músicas preferidas por culpa sua. Suas mancadas e vacilos fizeram com que eu abrisse mão de coisas importantes para mim, e isso não acontecerá mais. Nunca mais. Atenção e sentimento é algo que não se pede. Se você não recebe na mesma intensidade, é porque ali não é o seu lugar. Dar valor em quem dar valor na gente é algo maravilhoso, reciprocidade é uma maneira de amar, e no nosso caso, eu amei por dois, e cansei.
Eu não preciso te cumprimentar mais, não preciso manter uma relação amigável por educação, porque você não merece. Você me teve nas mãos e fez questão de me quebrar. Fechou o punho como se segurasse algo que odeia, e depois me disse que era medo de deixar cair. Eu cansei das suas desculpas e da sua forma errada de dizer que ama. Eu cansei da sua incerteza e da palhaçada que era esse relacionamento. Sabia que certa vez escutei nos chamarem de "casal ioiô" e na hora eu pude concordar, porque sempre que você vinha com esse sorriso nos lábios e mais uma mentira, eu cedia e voltava atrás, mas eu cansei. Não seremos um casal, não seremos mais amigos, eu não quero nem mesmo que você continue existindo para mim. Se você ainda puder me conceder um pedido, peço que suma, e não volte mais.

17 de jul de 2016

Instruções

Lidar comigo é uma das coisas mais loucas que você vai fazer nessa vida. 
Talvez seja pelo meu signo, mas não sei se acredito tanto nisso. Talvez pela minha história e por tudo que eu já passei. Talvez seja porque eu estou perdida. Completamente sem rumo.
Sou daquelas que deveria vir com manual de instrução para diminuir o impacto estrondoso que vou causar em sua vida. Como estou perdida e sem rumo, eu não posso fazer um guia pra você, mas posso te dar dicas.

Quando me conhecer, saiba que eu vou ser uma novidade inconstante. Sempre em oscilação. É algo que eu não posso controlar, me perdoe. E quando final mente tiver dado certo entre nós, eu serei insegura e medrosa, e por gostar tanto de você, eu vou te deixar, porque o medo de tentar e ver que não deu certo e muito maior que a dor de ver você partir.
Em aniversários de namoros, não me dê rosas, me dê cactos. Eu amo o fato de ter algo vivo que te represente em minha estante. E por favor, não mate rosas na tentativa de me agradar.
Quando eu estiver de tpm, não me faça perguntas, apenas me abrace e mostre que estará comigo em todos os momentos.
Quando algo ruim estiver acontecendo em minha vida, apenas cuide de mim. Me abrace e diga que me ama, e por favor, demonstre isso. Que não sejam apenas palavras vazias.
E no final de tudo se nada disso tiver dado certo, apenas me ame. É só isso que eu desejo, o amor.
E se por acaso nossa história nem venha a existir, me perdoe pelos surtos e pela loucura da paixão, é que eu desejo demais, sinto demais, amo demais e tudo que é demais, acaba sobrando.